20 de set de 2010

Árbitro gordo, motivo de piada!

Dentro do universo da arbitragem, tem um grupo de árbitros (regra 05) que atuam no futebol não profissional, o chamado futebol de várzea. São árbitros amadores, trivial com o apito, alguns sem um curso básico de arbitragem, a maioria apresenta um condicionamento físico abaixo do necessário para exercer esta nobre função.

Para obtermos uma boa arbitragem, o condicionamento físico é essencial, não importa o grau de importância da partida, do clássico Corinthians e Palmeiras ao simples jogo da várzea, uma marcação de falta estando longe do lance provoca questionamento, mesmo estando correta, porém, a mesma apitada próxima do lance, inibirá o questionamento, mesmo num possível erro do árbitro. E isso faz a diferença.

Para lograr de um bom condicionamento físico, segundo os especialistas, é necessário no mínimo, uma hora de exercícios físicos, pelo menos três vezes por semana. Observando que a intensidade dos exercícios deve ser individualizada, levando em conta a idade e a obesidade. Todo este processo de atividade física deve ter o aval médico.

Um árbitro obeso, ou seja, muito acima do seu peso ideal é motivo de piada por parte dos torcedores – “Sua baleia sai do campo e volta pro mar!” - Passa desconfiança da sua capacidade, por estarem sempre longe do lance, suas decisões serão sempre contestadas e transformando a partida em um balcão de reclamações.

O “X” da questão é sempre a falta de tempo. Pergunto: Quem tem tempo livre nos dias de hoje? O tempo é a gente que o programamos. Deixe a cerveja com os amigos após o trabalho de lado, coloque o tênis, e mão na obra, ou melhor, pé na pista. Lembrando, sempre com o aval médico.

Por Valter Ferreira Mariano
Fonte da imagem: blog athleticgeuria.blogspot.com/2008/11/una-de-rbitros.html

Um comentário:

davilas disse...

CARO AMIGO, STAVA SENTINDO FALTA DAS NOSSAS INTERAÇÕES, VC SABE Q SOU ÁRBITRO SINDICALIZADO, PORÉM, MUITO RESPEITADO POR TODOS OS PROFISSIONAIS Q JÁ TRABALHEI, PENA Q O INTERESSE PELA ARTE DO APITO VEIO APÓS MINHA DECEPÇÃO COMO ATLETA PROFISSIONAL, CONTUDO, UM POUCO TARDIA, POIS A IDADE JÁ NÃO M DEIXA SER UM FEDERADO, MAS PRESTO SERVIÇO A FEDERAÇÃO (FPF/PE)NOS SEUS CAMPEONATOS ABERTOS E POR ISSO FICO SEMPRE ATENTO AS SUAS COLUNAS ESPORTIVAS Q SEMPRE M DEIXAM BEM INFORMADO. PORTANTO, CONCORDO C VC EM NÚMERO, GÊNERO E GRAU A RESPEITO DO ASSUNTO. PARABÉNS POR SUAS COLOCAÇÕES SEMPRE PERTINENTE.
AS VEZES FICO CHOCADO COM EX ÁRBITROS Q FIZERAM TANTAS ASNEIRAS NO FUTEBOL BRASDILEIRO E AGORA DÃO UMA DE COMENTARISTAS DE ARBITRAGEM E MSM VENDO O LANCE POR VÁRIAS VEZES E EM VÁRIOS ANGULOS AINDA FICAM NA DUVIDA E SE ACHAM EM DENEGRIR A IMAGEM DAQUELE Q ESTÁ EXECUTANDO SEU PAPEL NA MELHOR DAS INTENÇÕES.
DESCULPE-ME, SE M EXPRESSEI DE MANEIRA GROTESCA, MAS QRIA DESABAFAR.
UM GRANDE ABRAÇO! (davilas_tururu@hotmail.com)