21 de jul de 2011

A tecnologia para saber se bola ultrapassou ou não totalmente a linha de meta (gol)

FIFA anuncia nove propostas         
FIFA e o International Board anunciaram esta quinta-feira, 21/07, ter aceitado as propostas de nove empresas europeias para a tecnologia para a linha de meta (gol – regra 10), para a primeira fase de testes feitos pelos dois organismos.

O primeiro período experimental, que foi definido no início do ano na 125.ª reunião anual do International Board, no País de Gales, vai decorrer entre setembro e dezembro.

Cada uma das tecnologias será avaliada em função de vários critérios, sob luz natural e iluminação artificial.

Através de um sistema de eliminação, o período de testes vai medir o reconhecimento da tecnologia nos remates à baliza, exigindo 100 por cento de precisão, assim como verificar a assertividade estática e dinâmica, requerendo 90 por cento de exatidão na primeira fase.

Também vão ser experimentadas as formas de transmissão da informação para a equipe de arbitragem em caso de gol, através de um alarme vibratório e um sinal visual no relógio do árbitro (regra 05). Esta indicação deve ser recebida onde quer que o árbitro esteja colocado no solo sagrado (campo de jogo – regra 01).

O laboratório federal suíço de material científico e tecnológico (EMPA, na sigla inglesa) vai conduzir os testes independentes à tecnologia de linha de meta. A FIFA e o EMPA vão agora trabalhar em conjunto com as empresas candidatas para definir um calendário para a primeira fase de testes.

Os resultados vão ser apresentados através de um relatório EMPA para a reunião anual do International Board de 2012, marcada para 03 de março, em Londres. A segunda série de testes decorrerá entre março e junho de 2012.

As conclusões das duas avaliações serão então reveladas através de um relatório completo do EMPA durante uma reunião extraordinária do International Board, durante o próximo verão, quando a aplicação da tecnologia da linha de meta ao futebol será finalmente decidida.

Fonte: Site portugues Record

Nenhum comentário: