4 de jul de 2011

Os leigos são os árbitros.

Neste fim de semana, aproveitando uma folga na escala, fui ao estádio de futebol, claro para assistir um bom jogo e de quebra observar os companheiros da nobre função.

Pelo meu posicionamento na arquibancada, tive o prazer de acompanhar o excelente trabalho do árbitro assistente (regra 06) nº. 02, ou seja, do bandeirinha (como é rotulado pela sociedade futebolística) e pouco mais distantes dos demais, que na minha modesta opinião também tiveram uma excelente atuação.
Bem, o jogo em si foi... Como posso dizer, sem muita técnica, com muita vontade e claro, muita reclamação. O desempenho dos jogadores (regra 03) passou a ser algo de segundo plano, o importante era observar atentamente os nobres companheiros, principalmente o assistente que corria paralelamente na linha lateral, este sem nenhum perdão foi elogiado com inúmeros adjetivos pela torcida local.

Bem, vou comentar somente uma frase deferida aos gritos por um torcedor que estava sentado ao meu lado “bandeirinha”... você é louco! O cara recebeu a bola sozinho seu... Volta pra escola, seu burro!!! Vou descrever o lance: o atacante recebeu a bola diretamente de um arremesso lateral (regra 15), e esta é uma das três situações que não há impedimento (Regra nº11 – Não existirá impedimento se o jogador receber a bola diretamente de um tiro de meta, de um tiro de canto (escanteio) e de um arremesso lateral.). O que comentar a respeito deste torcedor? Claro, nada, para ele o leigo é o bandeirinha.
Pois bem, ao deixar o estádio, percebi como somos cobrados e o demérito da nossa nobre função dentro da sociedade futebolística, que possui um futebol altamente valorizado comercialmente, onde altas cifras são movimentas.

Uma sociedade que exigi cada vez mais a perfeição dos árbitros e dos árbitros assistentes e, para cumprir esta exigência, não tem espaço para aqueles que estão na arbitragem sem interesse pelo constante estudo da Carta Magna do Futebol (Livro de Regras), do melhoramento da sua condição física e dos treinamentos integrado físico, técnico, teórico e psicológico. São estas dedicações que vão revelar quem são os verdadeiros leigos.
Por Valter Ferreira Mariano

Nenhum comentário: