3 de dez de 2010

Violência faz árbitro abandonar o apito

O baiano Zenildo Santos, filiado à Federação Baiana de Futebol, foi agredido duas vezes em competição do futebol amador de Itabuna.

Segundo o Blog Destaque Esportivo, o árbitro de futebol, Zenildo Santos, declarou que deixará de apitar futebol e vai aposentar os cartões em decorrência da violência de que foi vítima este ano nos campos de Itabuna, no interior da Bahia. Segundo Zenildo, a decisão já está valendo para o Campeonato Interbairros deste ano. "A partir de hoje, não vou mais apitar no Interbairros de Itabuna", disse Zenildo chateado com as agressões] sofridas no último dia 21, durante o jogo envolvendo as equipes de Vila Anália e Banco Raso.

Essa não é a primeira vez que Zenildo é agredido por torcedor nesta competição. A primeira foi no campo de Ferradas quando um torcedor entrou no campo de jogo e o atingiu com um chute nas costas.

Domingo (21), foi a vez do jogador Rildo, da equipe do Banco Raso promover mais um ato de insanidade quando agrediu Zenildo com um soco no rosto deixando-o tonto e sem condições de prosseguir na partida. Essa não é a primeira vez que árbitros são agredidos no campo do Núcleo Habitacional da Ceplac, mando de campo da equipe do Banco Raso. Outro episódio se deu no início da competição quando um torcedor agrediu um árbitro assistente. Como o fato não foi relatado pelo árbitro da partida, o fato não teve repercussão.

Zenildo Souza Santos, bastante conhecido no meio esportivo, já conta com mais de vinte anos de arbitragem, é filiado à Federação Baiana de Futebol e foi um dos fundadores da AAFI (Associação dos Árbitros de Futebol de Itabuna), sendo presidente da entidade por três mandatos.

Fonte: Notícias Grapiúnas

Nenhum comentário: