25 de jan de 2012

Mulheres ainda enfrentam machismo velado no futebol

Richard Keys: "Parece que é uma mulher que vai bandeirar hoje, de acordo com Steve, o cameraman."
Andy Gray: "Uma mulher bandeirinha?"
Richard Keys: "Foi o que ele (cameraman) disse. Ele falou que ela é boa. Mas não sei se a gente pode confiar."
Andy Gray: "Eu não confiaria. O que as mulheres sabem de impedimento?"

Essa conversa entre o narrador Richard Keys e o comentarista Andy Gray, ambos da Sky Sports, da Inglaterra, aconteceu, antes da transmissão do jogo entre Wolverhampton e Liverpool, pelo Campeonato Inglês. Os dois estavam se referindo a Sian Massey, que iria "bandeirar" (árbitro assistente - regra 06) a partida. Sem saber que o microfone estava aberto, foram flagrados e o vídeo do diálogo vazou na internet. Andy Gray, que estava desde 1992 na Sky Sports e era um dos comentaristas mais famosos do país, foi sumariamente demitido. Richard Keys renunciou ao cargo.

Árbitra assistente  Sian Loise Massey

Esse episódio inglês é mais um caso de preconceito contra as mulheres. O machismo continua sendo um dos problemas sociais da atualidade. Segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística), publicada em março de 2010, as mulheres ganham 72,3% do salário de um homem que ocupa o mesmo cargo e possui a mesma escolaridade ou menos
.
O futebol é apenas mais um campo onde o machismo ainda persiste. O esporte mais praticado entre os homens em todo o mundo é um campo tradicionalmente machista, seja dentro das quatro linhas ou nas cabines de transmissão dos estádios.

Por Estela Suganuma - 09/02/2011
Publicado no site Trivela.com.br
Foto: CoventryTelegraph.net

5 comentários:

Eduardo Guerra disse...

Bom dia Valter! Li " Mulheres ainda enfrentam machismo" e "Padronização das atitudes"! Gostei bastante! Parabéns!

Cecilia Barcelos Goiânia - Goiás - Brasil disse...

Nem me fale do machismo no meio esportivo... Ótima tarde, amigo!

Portal de Campinas, jornalismo 2.0 com notícias sobre cultura, turismo, gastronomia, educação, esportes, meio ambiente, guia de serviços e muito mais. disse...

Bacana o texto

Fernanda Dos Santos - mora S.Paulo - - Federação Paulista de Futebol disse...

: "E como..."

Sandra Oliveira - S. Paulo/SP disse...

o machismo só significa uma coisa pra estas pessoas incapacidade bjs"