11 de out de 2011

Apitar futebol, isso não tem preço!

O futebol tem sua própria cultura. Frases que são ditas durante uma partida (regra 07).

Quem nunca ouviu ou falou estas frases: “Juiz, a bola bateu na mão”; ou, “Juizão, dois em um, é falta!”; ou esta criada mais recentemente, “Ele é o último homem, tem que ser expulso!” Estas são algumas das inúmeras citações ditas durante uma partida de futebol pela maioria dos jogadores (regra 03), pelos treinadores, torcedores e pela maioria das pessoas que se habilitam na mídia futebolística.

Outro dia, estava sentado numa arquibancada, assistindo um jogo em Campinas, quando ouvi o cidadão do meu lado falar a seguinte frase: “O bandeirinha, na mesma linha é impedimento... seu...!” O que comentar a respeito, nada, a não ser virar para ele e falar que estava errado, pois a Carta Magna é clara: na mesma linha não esta impedido! Mas pensando bem, não seria um ato prudente e sim um ato hostilidade da minha parte, pois certamente ele (torcedor) não queria saber disso, pois as suas ações estavam calçadas na paixão e não na razão.

Durante o decorrer do jogo, podemos observar o baixo nível de conhecimento da Carta Magna (livro de regras) por parte dos jogadores, dos treinadores e dos torcedores, interessante, eles praticam e são loucamente apaixonados e desconhecem suas leis e diretrizes.

Podemos dar um exemplo usando o jogador escolhido para ser o capitão da sua equipe, e por receber este “título” o mesmo se acha no direito de avaliar as marcações, aprovando ou não as decisões da arbitragem, e quando advertido verbalmente pelo árbitro (regra 05), ele diz com autoridade: “Eu sou o capitão!”.

A regra define a ação do capitão somente para escolher “cara ou coroa” e ser responsável pela conduta dos demais jogadores do sua equipe, em nenhum momento fala que ele pode questionar a arbitragem.

Assim, podemos refletir o quanto os árbitros sofrem para desenvolver sua nobre função, pois passam os 90 minutos sobre pressão de pessoas leigas, porém, loucamente apaixonadas por este esporte chamado futebol e isso não tem preço!

Por Valter Ferreira Mariano

Um comentário:

Ricardo Sugliani disse...

Estimado colega Mariano,con todo mi respeto,quiero corregir una expresion que esta escrita en tu descripcion,cuando apareces como "EX ARBITRO". No es correcto ,porque nosotros estudiamos y debemos aprobar todas las materias para recibirnos de Arbitros,esto quiere decir que obtenemos un titulo y por lo tanto, aunque ya "no estemos en actividad" seguimos siendo Arbitros por el resto de nuestras vidas ,al igual que un Medico ,Ingeniero o cualquier otra profesion. Si, en tu caso como en el mio ,somos Arbitros retirados.Tu pagina esta muy buena ,segui adelante ,siempre la leo .Desde Argentina ,un gran abrazo.