29 de mai de 2012

ÁRBITRO DE FUTEBOL OU DITADOR!


      Árbitro Inglês: Howard Melton Webb

Ser um árbitro de futebol é, para mim, uma pessoa diferenciada dentro da sociedade futebolística, longe de ser um ditador querendo impor sua autoridade a qualquer maneira.

O árbitro possui qualidades de sobre sair nas diversidades que a vida impõe quer dentro do solo sagrado (campo de jogo – regra 01) ou no seu cotidiano pessoal.

A capacidade de fazer cumprir a Carta Magna do Futebol (Livro de Regras) e suas diretrizes não se gabando em algo que não deveria ser considerado mérito por se tratar apenas do cumprir às suas atribuições.  

O árbitro, no entanto é na maioria das vezes visto como inimigo, uma pessoa sob olhar da desconfiança e condenado pela impressa quando de um suposto erro é cometido, a sua sentença de morte é desferida sem nenhuma consideração a este ser humano que por sua natureza humana o seu erro era para ser compreendido e aceito.

Dentro do solo sagrado se torna uma pessoa carente, nenhum jogador diz a ele uma palavra de gratidão ou de incentivo, de ajuda ou simplesmente a frase: “Pode fazer seu trabalho, pois confiamos em você!” Seria ao árbitro o alivio da metade da carga de responsabilidade que a sociedade futebolística o impõe e cobra dele em uma partida de futebol.

Mas suas qualidades estão sempre à prova, sua capacidade de reconhecer e ingerir rapidamente um erro lhe proporciona uma leitura justa e coerente em suas próximas ações, isso permite consolidar sua autoridade dentro do solo sagrado e não o transforma em um ditador querendo que todos sejam a ele submissos.   

Por Valter Ferreira Mariano

Nenhum comentário: