24 de jul de 2012

ALIMENTAÇÃO DO ÁRBITRO DE FUTEBOL


Para realizar as tarefas da nobre função o árbitro (regra 05) tem que abrir mão de muitas coisas que por aventura possa gostar, uma delas é o tradicional churrasco de fim de semana com a família e ou com aos amigos.

Para ter um bom desempenho dentro do solo sagrado (campo de futebol – regra 01), existe certa interdependência entre uma alimentação balanceada e sua atividade física que irá exercer durante a partida.

Esta alimentação deve ser feita sempre que possível seguindo uma orientação de um nutricionista, entretanto podemos dizer que esta alimentação deve ocorre antes e depois da partida.

Ressaltamos a importância de não ir para jogo em estado de jejum, pois durante seu desempenho irá consumir muito carboidratos e na ausência deste seu corpo irá se utilizar de outra fonte de energia, por exemplo, as proteínas e este processo natural irá comprometer sua condição física de realizar a partida.

Para que o processo de alimentação seja completo procure fazer suas refeições (cinco por dia) diárias nos horários corretos, não exagerando, seu corpo depende destes alimentos, sua ausência poderá provocar fraqueza e indisposição, seu raciocínio será também afetado, sua visão do lance será desfocada e será vista sempre de longe, sua atuação estará condenada ao fracasso prejudicando o bom andamento da partida.

Também deve tomar cuidado para não ir pro jogo desidratado, os especialista indicam sempre que antes da atividade física deve-se ingerir bastante liquido independente de sentir ou não sede.

Como já dissemos acima é importante sempre seguir a orientação de um nutricionista que irá orientá-lo quanto a uma alimentação saudável que irá garantir seus objetivos sem prejudicar suas funções corporais e nem a nobre função.

Por Valter Ferreira Mariano

Foto (hidratação) Gety images

Nenhum comentário: