25 de jan de 2011

As mulheres na sociedade futebolística

Bonitas, simpáticas e dedicadas, são as mulheres que a cada ano estão ganhando espaço dentro do universo da arbitragem de futebol. Elas sabem captar mais rapidamente as reais necessidades que a nobre função exige, pois são detalhistas e aplicadas e, assim ganham cada vez mais um lugar de destaque dentro da sociedade futebolística.

No entanto mesmo com o crescimento da presença feminina dentro da arbitragem o preconceito é o muro a ser derrubado. Este preconceito é observado em todos os seguimentos da sociedade futebolística, até mesmo de alguns companheiros que não vêem elas como árbitros e sim como mulheres, por serem do sexo oposto possam obter certo privilégio dentro do universo da arbitragem.

Com tudo a expectativa é o crescimento cada vez maior da presença feminina dentro desta globalização que o mundo esta vivenciando, e, não será diferente na arbitragem. Esta presença pode ser simplificada com a eleição de Dilma Roussef para presidência do Brasil, quebrando o monopólio machista que vinha deste da princesa Isabel.

A presença feminina não se resume na simpatia e beleza nos estádio de futebol, significa uma integração de pensamentos e atitudes entre homens e mulheres que resultam num ganho de diversidade no ambiente de trabalho.
 
O estereótipo criado historicamente de que a mulher só serve para cuidar do lar e dos filhos, vem sendo quebrado, assim possamos ter uma sociedade mais justa, com oportunidade iguais e sem descriminação, não somente no universo da arbitragem mais sim em todos os seguimentos do mundo globalizado.

18 de jan de 2011

Árbitro, o executivo de uma grande empresa!

Nos tempos atuais tem sido comum a sociedade futebolística falar na utilização dos recursos eletrônica no universo da arbitragem de futebol, entretanto não se vê esta sociedade demonstra o interesse na valorização daquele que exerce a nobre função.

A sociedade futebolística tem que seguir os exemplos das grandes empresas que em tempos de globalização investem pesado na qualificação de sua mão de obra, ou seja, na valorização de seus empregados, dando a eles condições de se tornarem também vencedores em suas profissões.

O uso da tecnologia é bem vinda, pois faz parte do nosso cotidiano, porem é preciso adotar uma linha de convergência que não desconfigure o esporte bretão em sua essência.

Esta linha passa sem duvida na aplicação de recursos para dar suporte ao árbitro dentro e fora do solo sagrado (regra 01 – campo de jogo), desde sua aprovação no teste vocacional até o dia da sua ultima atuação.

A sociedade futebolística tem que olhar a valorização do árbitro como dividendos a ser colhido no futuro. É como uma semente plantada em solo fértil, regada com boa água, acompanhada por especialista durante seu crescimento, onde possíveis defeitos são corrigidos, e, certamente tornará uma árvore forte e com bons frutos a ser colhidos.

A utilização de um psicólogo, de um profissional da área de preparação física, de um ex. árbitro com ampla vivencia dentro do solo sagrado como instrutor e principalmente um bom apoio financeiro, juntos darão condições para que o árbitro possa exercer a nobre função com dignidade e respeito de um executivo de uma grande empresa.

Por Valter Ferreira Mariano




7 de jan de 2011

CURSO BÁSICO PARA ÁRBITROS DE FUTEBOL

Venha fazer parte do Universo da Arbitragem de Futebol, inscreva-se no CURSO BÁSICO PARA ARBITROS que será ministrado pela EAMAR “Escola de Arbitragem Marco Antonio Ribeiro” entidade da ACAF - Associação Campineira de Árbitros de Futebol.







Informações pelos fones (19) 3272-8099 ou 9822-8816, no site www.ligacampineira.com.br, pelos email: colunadearbitragem@gmail.com ou liga@ligacampineira.com.br, na sede da Liga Campineira de Futebol, à Avenida Prefeito Faria Lima, 345, ao lado do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Campinas/SP, das 14 as 19:30 hs. até o dia 10/03

O curso tem seu inicio previsto para o dia 14/03 e será realizado no auditório da Liga Campineira de Futebol.